Logotipo QHC
Garanhão Égua Proprietários Estado Valor Haras em Foco Animais à Venda Propriedades à Venda Guia de Serviços
CONHEÇA NOSSOS ANIMAIS PREMIADOS
OU
07/06/2014
Corridas
Se fosse fácil, não teria graça, não teria charme, não teria tanta mídia em cima do assunto e os tríplices coroados não seriam tão especiais.

Apenas onze animais na história dos praticamente 140 anos da tríplice coroa conquistaram o feito mais importante e difícil do turfe mundial. São eles: Sir Barton (1919), Gallant Fox (1930), Omaha (1935), War Admiral (1937), Whirlaway (1941), Count Fleet (1943), Assault (1946), Citation (1948), Secretariat (1973), Seattle Slew (1977) e Affirmed (1978).

Há 36 anos o turfe não tem um tríplice coroado. Esse já é o maior intervalo desde o primeiro ganhador. Secretariat, em 1973, interrompeu um intervalo de 25 anos.

A tríplice coroa americana consiste na conquista das 3 principais e mais tradicionais provas para animais de 3 anos nos Estados Unidos: o Kentucky Derby, o Preakness Stakes e o Belmont Stakes.

Além disso, estas provas acontecem em um intervalo de apenas 3 semanas, em 3 estados diferentes: Kentucky, Maryland e New York.

Neste ano de 2014 havia um furor muito grande em torno da possibilidade de conquista da tríplice coroa pelo California Chrome. Terceiro maior público da história da corrida, com 102.199 pessoas no hipódromo para assistir à corrida.

Recorde também de apostas com mais de US$ 150 millhões de dólares apostados apenas no dia do Belmont Stakes e praticamente metade deste valor apenas na prova máxima do dia.

Por conta de tudo que havia em torno desta conquista e também por suas 6 vitórias seguidas que antecederam a prova, California Chrome apareceu como franco favorito. Se ele ganhasse, pagaria 1,85 para cada dólar apostado. Mas não era para tanto.

Era sua 3ª corrida em 5 semanas, 6ª corrida do ano. Só em 2014, cruzou os Estados Unidos inteiro participando das mais duras provas: começou o ano no sudoeste dos Estados Unidos, em Santa Anita, na Califórnia, onde correu até 5/4. Correu o Kentucky Derby no Kentucky em 3/5. Correu o Preakness Stakes, em Maryland em 17/5 e, em 7/6 correu no nordeste dos Estados Unidos o Belmont Stakes, em Nova Iorque.

Além de tudo isso, foi a primeira vez que corria a dura distância dos 2400 metros. Vários outros animais colocados na prova, chegaram frescos, muito mais descansados. Além dele, apenas dois correram as duas primeiras provas: General A Rod, que terminou em sétimo, e Ride On Curlin, que não conseguiu terminar a prova devido ao cansaço.

A corrida em si, também foi dura para California Chrome. Logo na largada, o animal de número 3, Matterhorn, pisou em sua mão direita, causando um corte. Depois disso, ficou meio que encaixotado atrás de Commissioner, levando “terra na cara”. Como resultado, não teve o final que todos esperavam dele.

Mesmo com tudo isso, California Chrome foi um lutador, um verdadeiro campeão. Terminou a prova empatado em 4ª lugar, há dois corpos do ganhador.

Como resultado, continua a admiração pelo campeão e excelente craque que é California Chrome, continua a admiração pela beleza e dificuldade na conquista da tríplice coroa e aumenta ainda mais a admiração pelos 11 inacreditáveis animais que conquistaram este grandioso triunfo.
Outras Novidades
30/03/2016
O Jockey Club de Sorocaba tem o prazer de convidá-lo a participar das EMOCIONANTES corridas deste fim de semana:
20/03/2016
Filho de No Secrets Here vence o Bradford Stakes
03/07/2014
Filho de No Secrets Here se classifica para a final do Rocky Mountain Futurity
30/06/2014
Quarto de Milha no Jockey Clube de Santiago / RS
29/06/2014
Curiosidade: Quantos Cavalos são os milionários das corridas?
07/06/2014
Relação classificados para as finais dos GPs ABQM Potro do Futuro, Rei e Rainha da Velocidade.

COMPARTILHE:

NEWSLETTER:

Cadastre seu e-mail em nossa newsletter!
Concorra a uma Cobertura do First Prize Man